Gás de xisto norte-americano chega hoje a Portugal

Abril 26, 2016
,

Pouco mais de uma semana depois de partir dos EUA, o Creole Spirit chega a Sines. O navio transporta o equivalente a uma semana do consumo doméstico nacional. Portugal será o primeiro país europeu a comprar gás de xisto americano.

O primeiro carregamento de gás de xisto norte-americano para a Europa chega hoje a Portugal. O navio saiu dos Estados Unidos no dia 15 de Abril e chega esta terça-feira, 26 de Abril, pelas 17:00 ao porto de Sines.

A bordo, o Creole Spirit transporta 1 terawatts-hora (Twh) de gás natural liquefeito (GNL), o equivalente a uma semana do consumo doméstico em Portugal ou a 2% do consumo total do país em 2015.

Esta carga é o equivalente a 1% das compras anuais da Galp e vai ter como destino os clientes ibéricos da Galp, avançou a petrolífera ao Negócios.

Através desta compra, a Galp procura diversificar as suas fontes de aprovisionamento. A Nigéria foi a maior fonte de aprovisionamento de gás natural da Galp em 2015, com 47% do total, via transporte marítimo. Segue-se a Argélia, com 27%, com o gás a ser transportado através de gasodutos via Espanha.

"A Galp gere efectivamente e activamente as suas fontes com contactos permanentes com diversos actores internacionais, à medida que procura diversificar as suas fontes alternativas para assegurar um acesso flexível em termos competitivos para qualquer necessidade de curto prazo", segundo a petrolífera.
 

O gás foi comprado à norte-americana Cheniere. Este é o sexto navio desta companhia com gás de xisto a sair dos Estados Unidos com destino a diferentes países e regiões: Argentina, Brasil, Índia e Ásia-Pacífico.

A Galp vendeu mais de sete mil milhões de metros cúbicos de gás no ano de 2015, com quatro mil milhões a terem Portugal como destino.

As vendas de gás natural dividem-se em dois eixos para a Galp. O primeiro é o mercado ibérico, onde a petrolífera vende gás natural a mais de 600 mil clientes directos. O segundo eixo é o mercado internacional, onde vende para países como Espanha e França, e para regiões como a América Latina e a Ásia.

Os títulos da Galp avançam 0,5% para os 11,95 euros às 13:16.

 



by Jornal de Negócios